Com o avanço da tecnologia e o aprimoramento da internet, aquilo que tínhamos como seguro para proteger os dados e aplicativos dos nossos computadores já não funciona mais. Hoje precisamos lidar com a variedade de ataques hackers aos quais estamos suscetíveis, precisamos de uma segurança que seja ágil, imediata e automática.E isso não pode estar restrito apenas à uma máquina, e sim, a todos os dados.

Você sabia que atualmente é possível criar um ambiente especialmente para lidar com as maiores ameaças? Se não, talvez seja o momento de revisitar como está a proteção dos seus dados.

Confira a seguir as dicas que separamos para você entender um pouco melhor sobre os passos a serem seguidos para automatizar o processo de segurança da nuvem da sua empresa. Confira:

1- Automatização a detecção e a gestão de ativos
Mesmo que você tenha uma equipe limitada, o backup em nuvem oferece ferramentas que conseguem automatizar a segurança. Tais ferramentas podem, inclusive, reduzir erros humanos, fornecer visibilidade e economizar tempo. Configure a automação para verificar periodicamente o seu ambiente de busca de novas cargas de trabalho, etc, e você será notificado. Crie a automação por meio da engenharia de segurança para aplicar políticas automaticamente a novos servidores e instâncias. Isso os integrará ao conjunto de suas políticas de segurança e tecnologia e garantirá que seu ambiente seja totalmente coberto à medida que se expandir.

2- Capacite o seu time para que ele entenda quais são os objetivos e os cumpra com segurança
Os desenvolvedores fazem o que é certo, mas você precisa instruí-los sobre a questão da segurança para incentivar um nível mais amplo de consciência. Treine as pessoas, responsabilize-as e incentive a fazer parte das boas práticas de segurança. Treine bem essas pessoas, responsabilize-as e incentive todas elas a boas práticas de segurança.

LEIA TAMBÉM  Case BlueTree Hotels & Skymail

3- Utilize monitoramento e automatização de segurança
Não importa o tamanho da sua empresa, mas você precisa ter um plano de resposta a incidentes. Isso faz com que, em momentos críticos, caso alguém veja um alerta e não saiba como proceder, fique mais fácil lidar com a situação. Para incidentes comuns, estabeleça um runbook.

4- Melhore e amplie a segurança e a automação
Com as mudanças rápidas dos golpes, é preciso que as pessoas sejam ainda mais espertas. A automação da segurança deve ser mantida e continuamente aperfeiçoada para fazer frente a novas ameaças, quer isso signifique ajustar práticas, aplicativos, conjuntos de regras, vulnerabilidades ou o que mais seja legítimo sob o ponto de
vista do risco.


Estes são alguns pontos a serem considerados se você estiver nesse processo de implementação do backup em nuvem em sua empresa. Fique sempre de olho nas mudanças que podem ocorrer naquilo que você saiba.

Solicite um contato para tirar dúvidas